O ganho de peso vem na velocidade da luz e a perda de peso anda a passos bem lentos – quem está em briga com a balança sabe bem do que falamos. Mas a medicina tem sempre inúmeros recursos que ajudam em tratamentos de emagrecimento.

Os profissionais de saúde estão sempre prontos para indicar o melhor programa de redução de peso, por meio de dietas personalizadas – saudáveis e balanceadas e quando necessário, com medicamentos auxiliares.

O uso de qualquer medicamento em um programa de redução de peso deve ser sempre indicação do médico ou nutricionista, que são os profissionais indicados a avaliar a situação de cada paciente e determinar se há a real necessidade de uso de algum medicamento.

Uma das substâncias que são atualmente indicadas por esses profissionais como auxiliar no tratamento para perda de peso é a sibutramina (cloridato de sibutramina), princípio ativo de medicamentos como o Sigran, Biomag, Meridia, Reductil e Saciette. Mas será que a sibutramina emagrece mesmo?

Quitogen Caps

O que é sibutramina

A subtramina foi criada no final dos anos 80 para atuar como antidepressivo, mas verificou-se a sua eficácia como inibidor de apetite. A partir de então começou a ser utilizada no controle da obesidade.

A substância atua diretamente no sistema nervoso central, inibindo a sensação de fome, por isso é indicada por médicos em alguns tratamentos para redução de peso.

A Anvisa proibiu a sibutramina no início de 2011, na época alegou que a droga não trazia resultados eficientes e que apresentava grandes riscos à saúde, principalmente problemas cardíacos e alterações no sistema nervoso.

Alguns meses depois, a agência liberou a substância, mas sob algumas condições: que os pacientes que a utilizem devem apresentar um sobrepeso significativo, paciente e médico devem assinar um termo de responsabilidade – pelos riscos à saúde que o uso da substância pode apresentar, e haver o controle da sua venda – através do receituário azul numerado e com a retenção da receita.

Em quais casos a substância é indicada?

A sibutramina é indicada para pacientes com alto índice de massa corporal (IMC), que é quando está acima de 30. Em alguns casos em que o paciente precisa emagrecer por motivos de saúde, pacientes com diabetes, por exemplo, o médico pode indicar o uso da substância mesmo com o IMC a partir de 27.

Sibutramina emagrece mesmo?

A sibutramina emagrece, mas ela deve ser vista como um apoio para que o paciente consiga começar e consiga adotar uma reeducação alimentar – ela não é principal ator no tratamento, apenas um coadjuvante.

A sibutramina emagrece pela sua ação no sistema nervoso central, como já dissemos – isso causa uma sensação de saciedade, o paciente perde a vontade de comer de forma compulsiva, e comendo menos, perde peso. Então esse é o momento em que a reeducação alimentar entra, através de uma dieta bem balanceada. Assim o organismo acostumará a comer quantidades pequenas, o que facilitará a manutenção do peso após o tratamento.

Uma coisa precisa ficar bem clara – a sibutramina não é para sempre, pois o tratamento acaba, mas os novos hábitos de alimentação sim, esses o acompanharão sempre.

Muitas pessoas falam sobre a volta do peso após o tratamento, mas por quê? Exatamente por causa da alimentação – se a pessoa volta a comer desenfreadamente ou em porções maiores após o tratamento, de nada adiantou todo o trabalho feito pelo médico até então. Energias, tempo e dinheiro gastos.

O uso de substâncias como a sibutramina em determinados tratamentos ajudam a preparar o corpo, a acostumá-lo aos novos hábitos alimentares, pois com a redução da fome, fica mais fácil incluir os cardápios com alimentos mais leves e saudáveis, nas porções ideais e com poucas calorias.

Neste caso, o processo de emagrecimento é uma aliança – entre a sibutramina, uma dieta saudável e a prática regular de exercícios físicos.

Em alguns casos, o emagrecimento simplesmente não acontece. Nesse caso, o médico deve ser avisado e o uso da substância deve ser cortado imediatamente – até que o médico descubra as causas pelas quais ele não atuou como era o esperado.

Pode emagrecer somente com o uso da subtramina?

Jamais um profissional irá indicar apenas o uso da substância sem a dieta e a recomendação para a prática de exercícios físicos. O que pode acontecer é o paciente não seguir corretamente as orientações e fazer somente o uso da sibutramina. Nesse caso, talvez até haja a perda de peso, mas tão logo pare com a medicação, o peso todo voltará – e ainda pior, com a frustração por ter engordado novamente pode entrar em depressão e ganhar ainda mais peso, além do que havia perdido. Por isso as orientações médicas devem ser seguidas à risca, para que tudo funcione como previsto.

Quem já fez o tratamento com sibutramina pode fazer de novo?

Que já fez o tratamento e parou, pode sim, fazer novamente. A diferença é que os efeitos podem não ser iguais à primeira vez. O organismo pode não responder da mesma forma – a perda de peso pode ser mais demorada do que na primeira vez, por exemplo.

Efeitos colaterais e contraindicações

Algumas pessoas podem apresentar taquicardia, dores de cabeça, palpitações, insônia, náuseas, sudorese, boca seca, dismenorreia e dispepsia, entre outros sintomas.

Tão logo o paciente apresente qualquer um dos sintomas, deve avisar ao seu médico imediatamente.

É contraindicada:

  • À pessoas com histórico de hipertensão arterial ou doenças cardíacas
  • À pessoas com menos de 16 anos e mais de 60 anos
  • À pessoas com problemas de alcoolismo
  • Durante a gravidez
  • Para quem faz uso de antidepressivos

Isso será observado pelo médico, que certamente terá o histórico do paciente para consulta e análise.

Outras informações e ;alguns avisos:

Os remédios que têm a substância subtramina como princípio ativo podem ser encontrados em farmácias e custam de R$ 30,00 a R$ 50,00 – a diferença de valores se deve ao fato de alguns serem medicamentos genéricos e da variação de preços entre os laboratórios. ; Mas fique atento ao que explicamos logo no início: esses medicamentos só são vendidos com receita médica, são controlados. Estão disponíveis em comprimidos e a posologia – 1 ou 2 comprimidos diários – será indicada pelo médico, de acordo com o tratamento indicado ao paciente.

Há muitos perigos com relação ao uso indiscriminado da substância, por isso há todo esse controle e sempre a recomendação de que tenha acompanhamento médico.

Mas há o problema da venda ilegal – principalmente pela internet. Por isso, antes de cometer qualquer ato impensado, devemos pensar se vale a pena correr riscos tão graves que podem trazer danos tão sérios à nossa saúde.

Veja alternativas naturais para emagrecimento em:http://www.asa-arapiraca.com.br/quitogen-caps-funciona/